Dicas para evitar a dor de cabeça da reforma

Quem não gostaria de fazer algumas mudanças em sua residência? A casa é como a vida da gente, é preciso ter reparos internos e externos para se…

Continue lendo


Quem não gostaria de fazer algumas mudanças em sua residência? A casa é como a vida da gente, é preciso ter reparos internos e externos para se manter um ambiente bonito e equilibrado.

Infelizmente, a correria do nosso dia a dia nos impede de realizar tais mudanças. Colocamos sempre a culpa no tempo ou no dinheiro, ou na falta deles. Começamos há adiar um dia, alguns meses ou até anos, mas uma hora a situação fica insustentável e faz com que a gente inicie as devidas atitudes.

Por isso, é importante se atentar a alguns detalhes simples e eficientes para evitar futuros transtornos.

Planejamento e desprendimento – De acordo com especialistas, a melhor forma de evitar os desconfortos é planejar o projeto com antecedência e deixar o ambiente por alguns dias. Desta forma, você não terá que conviver com as modificações cotidianas que geram o aumento do estresse. Estabelecer metas e prazos é essencial para o acompanhamento e o funcionamento da obra.

Vestígios, pó e espaço – O que mais desagrada na reforma é o pó que se espalha por todos os cômodos da casa. A melhor maneira de lidar com isso é embalar os móveis com sacos plásticos e isolar as áreas ao máximo. Esse procedimento impede a propagação do pó. Dividir e alocar os móveis e utensílios em locais afastados – como varandas, garagem e lavanderias – auxiliam no processo.

Produtos práticos – Atualmente é possível encontrar produtos práticos e de qualidade que agilizam a obra. Os revestimentos novos são mais finos e possibilitam o aproveitamento de janelas, portas e registros.

Lembre-se que é melhor fazer tudo de uma vez para economizar tempo, material e dinheiro.

Mãos à obra!